ALGUMA COISA ACONTECE NO MEU CORAÇÃO

Posted By on mai 15, 2008 | 4 comments


Na ultima segunda, fui convidada por minha amiga Rosane, pro lançamento de um filme no bar Brahma http://www.barbrahmasp.com/web/

Foi muito melhor do que eu esperava. O lançamento do filme não foi tão importante em relação ao que nos aguardava; Um show do legendário Cauby!!

Ícone de gerações, começou a cantar nos anos 50, alcançando seu grande sucesso em 56 – Conceição (Jair Amorim/ Dunga) – . Depois de aparecer na revista norte-americana Time como o maior ídolo da canção popular brasileira, foi convidado para uma excursão aos EUA, onde gravou, com o nome de Ron Coby, um LP com a orquestra de Paul Weston. Muitos sucessos depois – quem não conhece Bolero de Satã, gravado em dueto com Elis?-, em 79 gravou um L.P. com as melhores músicas romanticas, incluindo Outra Vez – pra minha honra e alegria -. No ano seguinte, no disco Cauby, Cauby – música de Caetano Veloso – lançou também Bastidores, do Chico, feita especialmente pra ele e sucesso inesquecível.  Em 93, foi homenageado com o prêmio Sharp da música. Em 2001, o escritor Rodrigo Faour lançou o livro “Bastidores – Cauby Peixoto/50 anos da voz e do mito” (Editora Record), em comemoração aos 50 anos de carreira do cantor e sua história virou peça de teatro em 2006 – Cauby, Cauby!- com Diogo Vilella, que por sinal, criou uma interpretação irretocável.

Cantor de mil e uma facetas, numa temporada de mais de dois anos, com ingressos pra lá de concorridos, Cauby cantou e contagiou com seu vozeirão personalíssimo todo o público ali presente, que cantou com ele seus hits e não arredou pé até seu ultimo bis.
Lá pras tantas agradeceu minha presença e se desculpou por não lembrar da letra da minha canção. No problem. Ele, pode.

Foi uma honra assistir ao show de um dos maiores cantores brasileiros. Juro que eu não esperava estar lá, em plena segunda feira , cantando com ele ; “Chorei, chorei, até ficar com dó de mim e me tranquei no camarim, tomei um calmante, um excitante e um bocado de gim…”
MÃES E FILHOS
LÍVIA!!!!

Comente!

4 Comments

  1. Nobre colega Isolda,

    Cauby não é daqueles que se subiu ninguem sabe ninguém viu, como tantos que existem por aí. Possuidor de uma belíssima voz e um intérprete de primeira, até hoje continua encantando as platéias.

    Um grande abraço

    Post a Reply
  2. Isolda

    Cauby será eternamente eterno…
    Tenho orgulho de ter uma musica gravada por ele, uma parceria minha com a Zeze Motta.
    Estou viajando no seu blog!
    um beijo e saudade

    Post a Reply
  3. Viaje sempre, escreva sempre, não conheço essa música, conheço a que foi gravada por Zezé, que é minha preferida das suas…ouço sempre que posso.
    beijos linda

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>