NOSSOS TROVADORES

Posted By on ago 21, 2008 | 6 comments


Durante as comemorações de 450 anos de São Paulo, uma das grandes homenagens foi do grupo Trovadores Urbanos, que lançou um CD comemorativo, onde cantam canções de autores paulistas. 
Depois do Cd, o DVD e depois do DVD a tournée, por várias cidades do estado e bares da capital, tendo como convidados, os compositores paulistas que fizeram parte dessa homenagem.

Os Trovadores Urbanos, conhecidos por todo o Brasil, transformaram as antigas serenatas em shows particulares e personalizados ganhando sucesso nacional e internacional, com várias tournés também pela Europa.
Muito antes disso, eu já era fã dessa turma, não só pela grande qualidade vocal, mas pelo bom gosto do repertório, pelo resgate musical e acima de tudo, pela simpatia.

Como eu faço parte (felizmente) desses compositores paulistas, fui convidada pelo grupo a participar do show que fazem todas as terças no Villaggio Café, cada terça com um compositor. Viu só, que chique?
Cá entre nós, eu nunca fui muito chegada aos palcos, sempre preferi trabalhar nos bastidores, fazer minhas músicas em casa e depois entregar aos tantos e maravilhosos interpretes que gravaram minhas canções. Mas nesse caso, da terça passada, a história era outra.
Nunca me imaginei no mesmo palco que os Trovadores. Gente… Foi mais do que emocionante.
Eu até respondi algumas questões, cantei, sozinha e acompanhada e depois; foi só elogios. Mas, é claro. Quem não se dá bem quando está ao lado de um grupo desses? Eu a-do-rei!
Eu queria de novo agradecer a essa equipe linda formada por Maida Novaes, Juca Novaes, Eduardo Santana (que também é meu parceiro querido) e a Valéria Caram.
São coisas assim que fazem a gente agradecer ao destino e ao nosso Amigo Maior, que certamente está sempre torcendo pela gente, até quando a gente pensa que ele esqueceu. Esquece nada… Valeu, pessoal!

GENIAL DEPARDIEU
A IRONIA DE CHABROL

Comente!

6 Comments

  1. Nobre colega Isolda,

    Grandes interpretes e lindas vozes. A homenagem a você também foi merecida.

    Um grande abraço

    Post a Reply
  2. Querida Isolda,
    Eu estava lá e pude assistir e até conversar um pouco com você, o que foi uma honra imensa.
    Suas composições são eternas. “Outra Vez” é a canção da da saudade mais bem feita do mundo.
    Um forte abraço,
    Francisco.

    Post a Reply
  3. Oi Francisco,
    Foi mesmo uma noite muito bacana. Obrigada pela sua presença.
    beijos

    Post a Reply
  4. Oi Isolda!
    Meus parabéns! Infelizmente não pude estar presente para prestigiar tão inusitado evento com artistas do mais alto gabarito na concepção do público. Valeu, digo eu.
    Bjs
    Cris

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>